Cristianismo e pluralismo religioso

Por Davi Lago
Leitura: João 14.6.

Introdução
- Pluralismo na religião: “Qualquer coisa que se entenda como salvação é alcançada através de uma quantidade enorme de condições e de meios, em várias religiões”.
- Séc. XIX: estudo da religião comparada.
- Busca pela “essência” de todas as religiões.
- Religião reduzida ao mínimo denominador comum.
- “Paternidade universal de Deus e irmandade ou fraternidade universal do homem”.
- Religiões trabalham para um fim comum, apenas adornos externos variam.
- Nenhuma religião pode reivindicar validade exclusiva.
- Analogia da montanha: Deus está no cume da montanha. Há vários caminhos para chegar a este cume. Portanto, todos os caminhos (religiões) levam a Deus.
- Ecumenismo e tentativas pan-religiosas.
- Bahai: procura uma síntese e fusão total de todas as religiões.

Estudo
1. Por que existem tantas tentativas de reduzir todas as religiões a uma só?
- Dar fim as controvérsias, guerras e controvérsias que existem entre elas.
- Bakunin chega a afirmar: “Se Deus existisse seria preciso aboli-lo”.

2. Todas as religiões são iguais? Aponte diferenças substanciais entre elas.
- Deus impessoal (budismo), Deus pessoal (cristianismo).
- Negação da vida após a morte (judaísmo ortodoxo), vida após a morte (cristianismo).
- Matança de infiéis como ética válida (islamismo), amar o próximo (cristianismo).

3. É possível encontrar uma síntese das religiões se existem tantas contradições irreconciliáveis?
- Afirmar isso é caminhar para o irracionalismo.

4. Como os cristãos podem reivindicar a verdade absoluta sem serem arrogantes?
- A singularidade de Cristo deve ser estabelecida com base na evidência objetiva em lugar da preferência pessoal.

5. Como explicar a exclusividade de Cristo como Salvador?
- Os homens não merecem salvação alguma por sua rebelião, mesmo assim Deus providenciou um caminho.
- Jesus nosso substituto, assim como substituiu o criminoso Barrabás.
- O justo morre no lugar do injusto e paga sua dívida.

Um comentário:

sou.com disse...

O fato é que D'us não é religioso!!! Creio que embora existam centenas de religiões, seitas,ramificações cientistas e linhas de pensamentos de todas as formas, D'us continua sendo Eterno e sendo D'us, ele não se limita a dogmas religiosos e a pensamentos humanos.
Creio que D'us transcede todas essas coisas e ao mesmo tempo ele imana atraves de sua soberania e misericordia para se revelar ao homem e manifestar a sua gloria.
É grande mentira dizer que todos os caminhos levam a D'us, a verdade é que nenhuma religão nos leva a D'us, o homem por si mesmo não se salva e ele mesmo não pode salvar ningém. Existe apenas um caminho que nos leva a D'us, este caminho é longo e estreito, exige de nós muitas renuncias, para começarmos a andar por este caminho é necessario nos esvaziar de nos mesmos, de toda religiosidade e de todo o nosso eu.
O unico caminho nos leva a D'us é Jesus Cristo, Atraves dele e do Espirito Santo somos convencidos do pecado e levados ao arrependimento.

Que D'us nos abençoe através de seu filho Jesus Cristo e nos console através do Espirito Santo.